5 de dezembro de 2016

CSA anuncia os reforços para a temporada 2017

Meias Alex Henrique e Thiago Potiguar estão na lista; clube pretende fechar elenco com 30 jogadores.

A direção do CSA anunciou, em coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (05), no CT Gustavo Paiva, no Mutange, os mais novos contratados para a temporada 2017. Desta vez, foram apresentados 10 novos reforços para as disputas de Campeonato Alagoano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série C do Campeonato Brasileiro. Entre os nomes confirmados estão os dos meio-campistas Alex Henrique e Thiago Potiguar, que estavam no América de Natal.

Também foram anunciados o goleiro Anderson Santana (ex-Baraúnas-RN), os zagueiros Lucas Silva (ex-Maringá-PR) e Mateus Lima (ex-Sinop-MT), o meia Geovani (ex-Cuiabá-MT), e os atacantes Jean (ex-Bahia), Luis Ricardo (ex-XV de Jaú-SP), Joãozinho (ex-Rio Claro-SP) e Daniel Cruz, campeão da Série C deste ano com o Boa Esporte-MG.

Eles vão se juntar a outros jogadores que tiveram seus nomes confirmados recentemente, a exemplo do atacante Luis Soares - campeão brasileiro da Série B pelo Atlético-GO -, do zagueiro Douglas Marques e do meia Cleyton - que vestiram a camisa do CSA na campanha do vice-campeonato da Série D, em 2016.

Durante a entrevista, que também contou com a presença do técnico Oliveira Canindé, o presidente azulino Rafael Tenório informou que, hoje, o CSA já dispõe de 25 atletas. Segundo ele, a diretoria ainda irá contratar um volante, um lateral e um meia canhoto, recorrendo ainda a dois jogadores da base - a exemplo do meia Cassiano - para fechar o plantel de 30 atletas.

Elenco completo do CSA para 2017

Goleiros: Mota, Jeferson e Anderson Santana (ex-Baraúnas-RN)

Laterais: Denilson, Kelvin, Rayro e Rafinha

Zagueiros: Leandro Souza, Leandro Cardoso, Mateus Lima (ex-Sinop-MT), Douglas Marques e Lucas Silva (ex-Maringá)

Volantes: Panda, Everton Heleno e Marcos Antônio

Meias: Didira, Geovani (ex-Cuiabá-MT), Thiago Potiguar (ex-América-RN), Alex Henrique (ex-América-RN) e Cassiano (base), Cleyton (Paysandu)

Atacantes: Luís Soares, Daniel Cruz (ex-Boa Esporte), Joãozinho (ex-Rio Claro-SP), Jeam (ex-Bahia) e Luís Ricardo (ex-XV de Jaú-SP)

Fontes: Gazetaweb e Globoesporte

14 de novembro de 2016

CSA vai ao mercado para reforçar o elenco e lança nova linha de uniformes no dia 8 de Dezembro.

Clube Azulino ainda não tem atletas para o setor ofensivo!

Basta olhar a lista de renovações do CSA para saber qual a prioridade no período de contratações. Com a liberação na última semana de Azul, que chegou a ser anunciado como jogador do clube para 2017, não há por enquanto nenhum atacante no elenco.

Azul, de 23 anos, acertou neste mês com o Campinense. Disputou seis jogos no Brasileiro pelo CSA e marcou um gol. O nome de Thiago Potiguar, que atuou na Série C pelo América-RN, chegou a ser comentado no Mutange, mas a diretoria negou o acerto. Também não descartou. Evita dar pistas para não atrapalhar negociações.

Sexta, o CSA conheceu o seu grupo no Alagoano de 2017 e as datas da competição. Diretor de futebol, Fabiano Melo reclamou apenas que o inicio do campeonato, em 21 de janeiro, vai atrapalhar o planejamento, até porque o Nordestão vai ser disputado também nos primeiros meses do ano.

Fabiano, no entanto, afirmou que não vai mudar a pré-temporada. Segundo ele, o trabalho começa cedo, dia 1º de dezembro. O local ainda não foi definido. A princípio, seria no Mutange, mas a diretoria estuda possibilidades. Junqueiro e São Miguel também estão no páreo.

Novo Uniforme para 2017

Os ingressos para festa serão vendidos a partir desta terça para sócio-torcedor do Azulão.

A principal novidade da última semana foi o acerto com a nova fornecedora de material esportivo. A Umbro, que namorou o CSA nos últimos anos, fechou contrato e vai substituir a Super Bolla.

O CSA vai comemorar o lançamento da linha de uniforme do clube com uma festa no dia 8 de dezembro. E quem for sócio-torcedor vai poder comprar o ingresso a partir desta terça-feira. Os bilhetes vão ser vendidos na Loja do Azulão (Quiosque no Maceió Shopping) por R$ 45,00. A camisa, que terá a marca da Umbro, custará R$ 153,00.

A festa está marcada para as 19h, e será na Acrópole Hall, no bairro do Jaraguá. De acordo com as informações do clube, o torcedor poderá parcelar o valor da camisa em até três vezes sem juros. Se comprar duas camisas poderá parcelar em quatro vezes sem juros. Na compra de três camisas a parcela vai até cinco sem juros.

Quem fica?

Goleiro: Jeferson
Laterais:
Denilson, Rafinha, Rayro e Kelvin

Zagueiros:
Leandro Souza e Leandro Cardoso

Volantes:
Panda, Marcos Antônio e Everton Heleno

Pré-contrato anunciado:
Mota (goleiro), ex-Volta Redonda

Fonte: Globoesporte

9 de novembro de 2016

CSA - Atacante Azul recebe proposta do Campinense e o Azulão libera o jovem atacante.

Na tarde desta quarta-feira, Campinense anunciou acerto com o jogador de 23 anos.


Quando todos aguardam o anúncio de reforços no CSA para a temporada 2017, na tarde desta quarta-feira os bastidores azulinos se movimentaram, porém com a confirmação de que um atleta confirmado para o próximo ano está deixando o clube. O atacante Azul foi anunciado como reforço do Campinense, e a assessoria de imprensa do Azulão confirmou o desligamento do jogador de 23 anos.

De acordo com a assessoria, a proposta é boa para o atleta, e o clube do Mutange preferiu não atrapalhar a carreira do jovem atacante. Integrante do elenco marujo no Campeonato Brasileiro da Série D, onde conquistou o vice-campeonato da competição nacional, Azul participou de seis jogos e fez um gol.

CSA nega acerto com atacante Thiago Potiguar, ex-América-RN.

De acordo com o diretor de futebol do clube, o Azulão não tem planos de fechar com o jogador. Novas contratações só serão anunciadas no início de dezembro.

O CSA negou que estaria negociando com o atacante Thiago Potiguar, que jogou a Série C pelo América-RN. O jogador rescindiu contrato com o clube em outubro depois de não conseguir entrar em um acordo com o Mecão. Em contato com o GloboEsporte.com, por telefone, o diretor de futebol do CSA, Fabiano Melo, afirmou que até o momento a negociação não existe.

- Não procede não. No momento, no exato momento, a gente não está negociando com o Thiago. Não sei mais na frente, a gente nunca pode dizer “nunca vem”, mas no momento não.

Segundo o diretor, novas contratações só serão divulgadas no dia 1º de dezembro, quando inicia a pré-temporada do time marujo.

Para 2017, o CSA renovou o contrato de 12 jogadores: Jeferson, Denilson, Kelvin, Rafinha, Rayro, Leandro Souza, Leandro Cardoso, Panda, Marcos Antônio, Everton Heleno, Didira e Azul (Atacante liberado hoje). Além desses jogadores, o goleiro Mota também assinou um pré-contrato com o time marujo.

Fonte: Globoesporte.

4 de novembro de 2016

CSA - Como será o Brasileiro da Série C 2017, veja quem lutará com o Azulão do Mutange no próximo ano.

E o CSA chegou com todos os méritos a Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol em 2017, a competição equivale à terceira divisão, contando como a 28ª edição da sua história em 2017, será disputada por 20 clubes, onde os quatro mais bem colocados terão acesso à Série B de 2018 e os dois últimos colocados de cada grupo na primeira fase serão rebaixados à Série D de 2018.

Veja quem subiu e quem desceu em 2016 da Série C?

Caíram para a Série D em 2017 as quatro seguintes equipes: América-RN, River-PI, Portuguesa-SP e o Guaratinguetá-SP.

Subiram para a Série B em 2017 as quatro seguintes equipes: ABC-RN, Guarani-SP, Juventude-RS, Boa Esporte-MG.

Veja quais serão as possíveis equipes que estarão juntas com o Azulão do Mutange, no Brasileiro da Série C 2017:

1- Fortaleza-CE
2- Botafogo-PB
3- ASA-AL
4- Remo-PA
5- Cuiabá-MT
6- Confiança-SE
7- Salgueiro-PE
8- Botafogo-SP
9- Tombense-MG
10- Ypiranga-RS
11- Mogi Mirim-SP
12- Macaé-RJ
13- CSA-AL (acesso)
14- Moto Club-MA (acesso)
15- São Bento-SP (acesso)
16- Volta Redonda-RJ (acesso)
17- Bragantino-SP/Oeste-SP (brigando para não cair / 89,40% e 26,60% possibilidade)
18- Tupi-MG (brigando para não cair 92,70% possibilidade)
19- Joinville-SC (brigando para não cair 90,50% possibilidade)
20- Sampaio Corrêa-MA (brigando para não cair 99,41% possibilidade)

Caso a CBF mantenha a mesma metodologia que vem mantendo, a Série C de 2017 terá algumas dúvidas na composição dos 2 grupos, isso porque juntando todos do Norte e Nordeste serão ao todo nove equipes, nesse caso, deverá ter mais uma equipe de Minas Gerais (Tombense ou Tupi), mas isso só deverá ser divulgado pela CBF tão logo acabe a Série B de 2016, assim vamos conhecer quais serão as 4 equipes rebaixadas.

POSSÍVEL MUDANÇA DE REGULAMENTO

A dúvida é se a CBF vai manter este regulamento simplista que, após um bom campeonato com jogos de ida e volta dentro do grupo, apenas duas partidas definem os acessos, quando o mais coerente seriam dois quadrangulares, conquistando o acesso os dois melhores de cada grupo.

Outra alternativa, seria a CBF copiar o ótimo regulamento da A2 de São Paulo, com turno único em 19 jogos, com todas as equipes se enfrentando e os quatro primeiros conquistando o acesso para o Campeonato Brasileiro da Série B de 2018.

REGULAMENTO DE 2016 - SÉRIE C

A edição de 2016 manteve o mesmo formato em vigor desde 2012, uma vez que o calendário divulgado pela CBF reserva apenas 24 datas para a competição. A competição sempre é disputada por 20 clubes, divididas em dois grupos: Grupo A e Grupo B. Em cada grupo, os times se enfrentam duas vezes - jogos de ida e volta, totalizando 18 rodadas. Com os quatro melhores de cada grupo avançando para a fase eliminatória. As duas piores equipes de cada grupo serão rebaixadas para a Série D. Por outro lado, os quatro semifinalistas estarão automaticamente garantidos na Série B.

Fontes: FutebolInterior e Globoesporte.

29 de outubro de 2016

CSA - A força de uma torcida apaixonada!

Existe algo no mundo do futebol que encanta a todos. Além de vermos belas partidas, lindos dribles e diversos golaços, o futebol não seria o mesmo se não existissem os torcedores apaixonados!

O que dizer quando vemos o estádio Rei Pelé lotado, com torcedores azulinos apaixonados, gritando e pulando para incentivar a equipe do CSA? Sem duvida é algo único e empolgante. A torcida do CSA faz parte de todo o cenário do futebol, é o fator muitas vezes motivacional dos jogadores, vivem incentivando e mesmo quando reclamam fazem com muita paixão por terem muito amor pelo time do coração.

Poder ver o Estádio do Trapichão lotado, como foi na Final do Campeonato Alagoano ou no jogo do Mata-Mata valendo o acesso a Série C 2016, não tem preço, com certeza os torcedores que estavam presentes contribuíram e muito para a vitória do CSA no jogo do acesso do Brasileiro desse ano. A cada jogo da equipe azulina, a torcida dava um show cantando muito, e sim, isso trazia garra a cada jogador, pois sabiam que estavam representando dentro de campo toda uma nação azulina fanática.

Grandes jogos trouxeram grandes espetáculos dos torcedores azulinos. Temos como exemplo: O ano de 1999 que foi histórico e inédito para o futebol alagoano. Pela primeira vez, um clube de Alagoas participava de uma competição internacional: a Copa Conmebol.
Na estreia, dia 13 de outubro, o CSA enfrentou no Estádio Rei Pelé o também brasileiro Vila Nova de Goiás. A equipe venceu por 2 a 0, com dez jogadores em campo (o lateral Souza havia sido expulso no primeiro tempo), gols de Missinho e Mazinho. Na partida do dia 20, o Vila Nova delvolveu o placar de 2 a 0, porém o CSA venceu na cobrança de pênaltis por 4 a 3 e avançou à fase seguinte. Pela primeira vez em sua história, o CSA faria uma viagem internacional.

No confronto na Venezuela, em 3 de novembro, um empate sem gols. Em Maceió, dia 9, o CSA derrotou o adversário por 3 x 1. Durante a partida, o árbitro paraguaio Bonifacio Núñez expulsou seis jogadores, sendo quatro do Estudiantes de Mérida e dois do CSA.

Na semifinal, outro clube brasileiro no caminho do CSA: o São Raimundo-AM. Em Manaus, derrota azulina por 1x0, dia 17 de novembro. A partida de volta foi dramática. No dia 24 de novembro, jogando em casa, o CSA abriu o marcador aos 14 do primeiro tempo, com um gol de Fábio Magrão. Para desespero dos cerca de 18 mil torcedores que lotavam o Rei Pelé, o São Raimundo igualou o placar aos 20 minutos, em falha da defesa do CSA, que Marcelo Araxá soube bem aproveitar. O resultado eliminava o Azulão. O CSA ainda empatou no último minuto de jogo, após uma falha do goleiro do São Raimundo, que deixou a bola escapar. O zagueiro Givago empurrou-a para as redes e garantiu que a decisão fosse para os pênaltis. O CSA levou a melhor na cobrança de pênaltis, alcançando um feito inédito. Nenhum outro clube do Nordeste havia conseguido estar em uma decisão de competição sul-americana.

A decisão foi contra o Club Atlético Talleres, que fazia boa campanha no Campeonato Argentino daquele ano. Na primeira partida da final com o Trapichão Totalmente Lotado, dia 1º de dezembro, o CSA surpreendeu e aplicou 4 a 2 no adversário, ficando muito perto da conquista. Missinho marcou 3 gols para o CSA, Fabio Magrão marcou outro, enquanto que Aguilar e Astudillo descontaram para o Talleres.

Na Argentina, o CSA sentiu a catimba do adversário logo no desembarque na cidade de Córdoba. Os dirigentes do CSA foram abordados por representantes do Talleres... lamentavelmente, também não foi permitido ao CSA treinar no Estádio Olímpico de Córdoba. Eram demonstrações claras da guerra que o clube alagoano enfrentaria na grande decisão do dia 8 de dezembro. Infelizmente com uma arbitragem "covarde" logo e com apenas quatro minutos de jogo, o CSA já estava com dez em campo, e com tudo contra o CSA, o time do Talleres ficou com o título, pois venceu por 3x0. Terminava assim o sonho do CSA de se tornar a primeira equipe do Nordeste brasileiro a conquistar uma competição internacional.

Mas a festa continuou com a torcida azulina em Maceió, pois foi a primeira final do CSA em uma competição internacional.
...Em dias em que o futebol virou um grande comércio, ainda vemos pessoas com um sentimento verdadeiro pelo seu clube, e é isso que encanta e traz vida ao jogo, já que o esporte é feito de pessoas. Infelizmente muitos torcedores estragam o espetáculo quando misturam paixão com vandalismo e loucura, causando brigas (como no último jogo do Flamengo e Corinthians) e infelizmente com muitas mortes fora de campo. Mas o nosso assunto aqui é sobre os verdadeiros torcedores, aqueles que fazem disso seu lazer e diversão.

Grandes Times Nacionais e Internacionais sabem usar a torcida a seu favor, fazendo dela o seu décimo segundo jogador em campo!

Deixe o seu comentário dizendo se você já teve a oportunidade de ir a um estádio lotado assistir um jogo de futebol. Se ainda não foi, diga-nos qual é a sensação ao ver uma torcida apaixonada gritando pelo seu time.

Você acredita que uma torcida pode mudar o resultado de uma partida de futebol?

A TORCIDA MAIS FANÁTICA DO NORDESTE DO BRASIL!

O show da torcida Azulina

O show da torcida Azulina
...o trapichão é nosso!