24 de agosto de 2016

CSA - Diretoria confirma telão no Mutange para partida contra o Ituano.

Torcedor azulino poderá assistir ao primeiro jogo das quartas de final da Série D no CT do clube. Ingressos para o evento já estão à venda com preços de R$ 10,00 e R$ 5,00.

O torcedor azulino que não puder ir ao Estádio Novelli Júnior, em Itu, terá uma motivação a mais para assistir Ituano e CSA, na primeira partida das quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. A diretoria maruja confirmou na tarde desta quarta-feira que o jogo do próximo sábado será transmitido em um telão instalado no CT Gustavo Paiva, no Mutange.

Ainda de acordo com a diretoria do Azulão, os ingressos para o evento são limitados e estarão à venda a partir desta quinta-feira, aos preços de R$ 10, com os sócios pagando apenas R$ 5 (confira os pontos de vendas no final da matéria). O torcedor que quiser utilizar o estacionamento do clube pagará R$ 5. Durante a festa, serão vendidas bebidas e comidas, e terá ainda muita música para animação da nação fantástica azulina.

Presidente do clube marujo, Rafael Tenório garantiu que está sendo preparada uma grande festa.

Ituano e CSA começam as quartas de final da competição nacional a partir das 16h. O jogo da volta está marcado para o outro domingo, dia 04 de setembro, também às 16h, no Estádio Rei Pelé. Caso haja empate no somatório dos placares das duas partidas, o primeiro critério de desempate é o número de gol marcado na casa do adversário. Persistindo o empate, o classificado para as semifinais e consequentemente para a Série C de 2017 será conhecido através das cobranças de pênaltis.

Confira os pontos de vendas:

- CT Gustavo Paiva;
- Quiosque do CSA;
- Polysport (Shopping Pátio Maceió);
- Lojas Arena das Torcidas (Farol e Jatiúca);
- Sede da Torcida Mancha Azul.

******* Vendas para sócios somente no Mutange e no Quiosque.

Árbitro do Paraná apita Ituano-SP x CSA pelas quartas de final da Série D.

Para esse primeiro confronto, a CBF divulgou o quarteto de arbitragem. O paranaense Rodolpho Toski Marques, que é do quadro aspirante FIFA, será o responsável pelo apito.

Vai ser a primeira partida que Rodolpho apita da Quarta Divisão. Nesta temporada, ele já comandou seis jogos da Série A, dois da Segundona e um da Terceira Divisão. Rodolpho será auxiliado por Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum, ambos do Paraná. Também paranaense, Fabio Filipus ficará como quarto árbitro.

Goleiro do CSA faz um alerta para jogo contra o Ituano: "Fazer gols fora".

Fazer gols na casa do adversário. Esse é o pensamento do goleiro Jeferson, do CSA, para primeiro o jogo das quartas de final da Série D, contra o Ituano. A partida será sábado, às 16h, no Estádio Novelli Júnior, em Itu. O arqueiro, que tem a missão de fechar a meta azulina, alerta que, para ter tranquilidade no duelo da volta, o time não pode vacilar no compromisso inicial, e além de não tomar gols, o importante balançar as redes da equipe paulista.

- É o jogo que vale o acesso e vamos com tudo. É um momento único para o CSA e nós precisamos colocar esse time na Série C do Brasileiro. O importante é fazer gols fora de casa e não levar gols em casa. Isso é o mais importante - disse.

Jeferson ainda comentou sobre a derrota para o Altos-PI, domingo passado, por 2 a 0. O camisa 1 do Azulão destacou que, mesmo com a classificação, o revés serviu para alertar o time e que a oscilação é normal.

- A derrota é natural. Todos os times tiveram suas atuações abaixo do esperado e toda competição é assim, mas o importante é que nós passamos de fase. O Ituano perdeu em casa no jogo passado. Então isso mostra que é uma competição muito parelha - finalizou.

O segundo jogo entre CSA e Ituano está marcado para o dia 4 de setembro, às 16h, no Estádio Rei Pelé. O vencedor do confronto garante presença no Campeonato Brasileiro da Série C de 2017.

Fonte: Globoesporte

22 de agosto de 2016

CSA enfrenta o Ituano-SP por vaga na Série C e faz o primeiro jogo já no Sábado em Itu - São Paulo.

O adversário do CSA por uma das vagas na Série C de 2017 é o Ituano-SP. O Azulão do Mutange teve que aguardar o término dos jogos para conhecer seu adversário. Dos oitos clubes nas quartas de final da Série D, o clube alagoano passou com a quarta melhor campanha, com 20 pontos, enquanto que o time paulista foi o quinto, com 19 pontos.

Segundo o site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), as quartas de final começam no próximo domingo, dia 28, e os jogos da volta serão realizados no dia 04 de setembro. Por estar melhor classificado, o CSA fará o primeiro jogo na cidade de Itu, no Estádio Novelli Júnior. A decisão será em Maceió, no Estádio Rei Pelé.

Os outros confrontos da Série D estão assim:

Atlético-AC x Moto Club-MA
Volta Redonda-RJ x Fluminense de Feira de Santana-BA
São Bento-SP x Itabaiana-SE

Como o CSA, também o Motoclub, Fluminense e Itabaiana jogam a segunda partida em casa.

Os confrontos das quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série D 2016 já têm datas definidas.
Na tarde desta segunda-feira (22), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou os dias dos jogos de ida e volta que vão decidir quais serão os quatro clubes que sobem para a Série C de 2017. Das quatro partidas, três serão disputadas no sábado (27), enquanto uma será realizada na segunda-feira (29).

No sábado, o Moto Club, oitava equipe de melhor campanha entre os classificados, recebe o Atlético-AC, que tem o melhor desempenho entre os que ainda brigam pelo acesso e pelo título, a partir das 16h (de Brasília), no estádio Castelão, em São Luiz, capital do Maranhão.

No mesmo horário, no estádio Novelli Júnior, em Itu, interior de São Paulo, o Ituano encara o CSA-AL. Também às 16h (de Brasília), no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA), o Fluminense de Feira recebe o Volta Redonda.

Na única partida de ida marcada para segunda-feira (29), o Itabaiana-SE enfrenta o São Bento-SP, no estádio Etelvino Mendonça, em Itabaiana (SE), às 20h, de Brasília.

As partidas de volta serão disputadas na semana seguinte a dos jogos de ida. No sábado (03 de setembro), o Volta Redonda recebe o Flu de Feira, às 18h (de Brasília), no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

No domingo (4), serão conhecidos os outros três semifinalistas, que estarão garantidos na Série C da próxima temporada. Às 16h (de Brasília), no estádio Rei Pelé, em Maceió, capital alagoana, o CSA encara o Ituano.

A partir das 18h30 (de Brasília), o São Bento-SP duela com o Itabaiana-SE, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP). Fechando as quartas de final, no estádio Antônio Aquino Lopes, o Florestão, em Rio Branco, o Atlético-AC encara o Moto Club, a partir das 19h (de Brasília).

Não há qualquer vantagem para os times de melhor campanha.
Em caso de dois resultados iguais nos confrontos, a decisão das vagas será nas cobranças de pênaltis.
O gol marcado fora de casa segue como critério de desempate.
Os quatro classificados estarão garantidos na Série C 2017.
De acordo com o regulamento, os duelos das semifinais serão definidos conforme critério técnico (desempenho dos times na competição).

Fonte: Globoesporte

21 de agosto de 2016

CSA conquista classificação inédita para às quartas de final da Série D de 2016, Azulão deverá decidir a sua vaga contra o Ituano-SP em 2 jogos.

O Azulão do Mutange jogou com o regulamento em baixo do braço e perdeu para o Altos do Piauí por 2 a 0 e agora deverá decidir a sua vaga para a terceira divisão de 2017 contra o Ituano-SP.

O CSA encarou o Altos, no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, pelo segundo jogo das oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D. O Azulão foi derrotado pelo placar de 2 a 0, mas mesmo assim, se classificou e segue adiante na competição. Os gols do Jacaré foram marcados por Ricardo Maranhão e Vitor Bafana. O próximo adversário do time alagoano espera por Ituano ou Campinense para a decisão da vaga na Série C.

Com um grande resultado construído na primeira partida, o CSA foi ao Piauí podendo perder por até dois gols de diferença, que mesmo assim garantiria a vaga nas quartas de finais da Série D, fato inédito na história do clube na competição.

Desfalcado da dupla de volantes Panda e Everton Heleno - o primeiro suspenso e o segundo machucado - o técnico Oliveira Canindé mandou a campo Marco Antônio e o meia Didira para compor o setor de contenção da equipe.

Primeiro tempo: Altos 1x0 CSA

Precisando reverter a enorme desvantagem, o Altos tentou se impor para cima do CSA e quase abriu o placar logo aos quatro minutos, com Gênesis, mas a zaga cortou no meio da área. Os alagoanos sabiam administrar a vantagem e trabalhavam a bola, sem pressa. Aos nove, Obina balançou a rede do goleiro Dida, mas a arbitragem marcou impedimento do atacante azulino. Os visitantes começaram a gostar do jogo, se defendiam bem e passaram a explorar as jogadas de contra-ataque. Foi assim que Obina perdeu grande chance de cabeça, aos 12 minutos, após cruzamento na medida de Cleyton. O jogo era bom e o Altos respondeu um minuto depois, em cobrança de falta, com Celso desviando de cabeça, mas a bola foi direto para fora. As principais chances do Jacaré saiam de bolas paradas. O Altos assustou novamente aos 25', com Gêneses. O atacante cabeceou com estilo e Jeferson se esticou todo para fazer uma bonita ponte.

O jogo era lá e cá, e um minuto depois foi a vez do CSA assustar com Obina, dentro da área, chutar fraco e vê a bola passar raspando o poste esquerdo de Dida. O gol estava maduro e poderia sair para qualquer lado. Aos 28', a rede balançou quando Ricardo Maranhão recebeu passe dentro da área do CSA e abriu o placar para o Altos. O Azulão só respondeu com perigo aos 48, quando Cleyton aproveitou cruzamento, desviou com a ponta do pé e a bola encobriu o goleiro Dida, mas direto para fora. A resposta do Jacaré foi imediata com Guilherme, chutando de fora de área e obrigando o goleiro Jeferson a espalmar para escanteio. Antes do apito final do árbitro, Obina perdeu uma chance incrível para o CSA, chutando fraquinho nas mãos de Dida, aos 49 minutos.

Segundo tempo: Jacaré amplia, mas dá adeus à Série D

O segundo tempo começou e o CSA veio com duas mudanças: Elizeu e Kelvin entraram nos lugares de Bismarck e Jeferson Maranhense, respectivamente. A postura mais defensiva dos azulinos atraiu o Altos para o campo de ataque e o segundo gol dos piauienses chegou aos nove, com Vitor Bafana de cabeça, após falta cobrada por Esquerdinha. O gol incendiou a torcida e o Jacaré quase chega aos terceiro gol, aos 12 minutos, quando Ricardo Maranhão chutou forte e Jeferson fez uma boa defesa. Aos 13' Kelvin teve a melhor chance do Azulão na partida e, cara a cara com Dida, tentou encobrir e facilitou a vida do goleiro do Altos. Os piauienses chegaram com perigo aos 18 minutos, desta vez com Esquerdinha que chutou forte e viu Jeferson se esticar todo para salvar o CSA.

À medida em que o tempo passava, a partida ganhava ares de dramaticidade para azulinos e alviverdes. O Altos precisava de mais um gol para levar à decisão para os pênaltis, e o CSA queria o fim do jogo para carimbar o passaporte para as quartas de final da Série D. Logo após a parada técnica, o Azulão quase diminuiu com Kelvin, que soltou uma bomba da entrada da área e viu a bola passar perto da trave de Dida, direto para fora. Sem ter outra alternativa, o Altos foi com tudo em busca do gol que garantiria a disputa por pênaltis, enquanto o CSA seguia recuado, explorando os contra-ataques. Irritado com a postura da equipe alagoana, o técnico Oliveira Canindé não se continha no banco de reservas e era pura reclamação, exigindo disposição dos jogadores. Do outro lado, Nivaldo Lancuna e todos os reservas do Jacaré queriam o time todo a frente, em busca do gol que manteriam vivas as chances do Altos. Aos 51 minutos, o árbitro Wagner Reway encerrou a partida na capital piauiense.

Ficha técnica do jogo
Campeonato Brasileiro – Série D (Terceira fase – jogo de volta)
Jogo: Altos-PI 2 x 0 CSA (Placar Agregado: 2 x 3)

Gols: Altos-PI (8-Ricardo Maranhão aos 28' do 1T e 15-Vitor Bafana aos 9' do 2T)
Local: Estádio Lindolfo Monteiro, Teresina-PI
Data: 21/08 (domingo)
Hora: 16h

Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliar 1: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Auxiliar 2: Fábio Rodrigo Rubinho (MT)

Altos-PI
1-Dida
2-Guilherme
3-Celso (15-Vitor Bafana aos 16' do 1T)
4-Leone
6-Netinho (18-Carlinhos Bala aos 14' do 2T)
5-Moisés (19-Américo aos 10' do 2T)
7-Fred
10-Esquerdinha
8-Ricardo Maranhão
11-Gênesis
9-Manoel
Técnico: Nivaldo Lancuna
Banco Altos-PI: 12-Neto,14-Barata, 15-Vitor Bafana, 16-Vagner, 17-Pantico, 18-Carlinhos Bala, 19-Américo, 20-Batata, 21-Bruno Aquino e 22-Neguinho Paraíba.

CSA

1-Jeferson
2-Denílson
3-Leandro Souza
4-Douglas Marques
6-Rafinha (15-Rayro aos 10' do 2T)
5-Marcos Antônio
22-Didira
7-Cleyton
10-Bismarck (16-Elizeu - intervalo)
11-Jeferson Maranhense (13- Kelvin - intervalo)
9-Jônatas Obina
Técnico: Oliveira Canindé
Banco CSA: 12-Pantera, 13-Kelvin, 14-Leandro Cardoso, 15-Rayro, 16-Elizeu, 17-Katê 18-Washington, 20-Azul e 21-Thiago Chulapa.

Fontes: Gazetaweb, Globoesporte e TNH1

16 de agosto de 2016

CSA - Apesar da vantagem o Leandro Souza já avisa: "a gente vai se impor lá!"

Com a vitória sobre o Altos por 3 a 0, o CSA deu um passo gigantesco rumo às quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. O placar construído no primeiro jogo da terceira fase da competição nacional deixa o Azulão com a condição de poder perder até por 2 a 0 que assegura vaga entre os oito melhores times do campeonato. Porém, o zagueiro Leandro Souza garante que a equipe de Oliveira Canindé não pensa em vantagem para a partida do próximo domingo.

- A gente sabe que não vai ser fácil, os caras vão jogar no tudo ou nada para eles e a gente vai ter que chegar lá e se impor também. O nosso time vai precisar ter muita calma e tranquilidade porque será um jogo difícil sim. A gente não vai para lá só para se defender e sabe que se fizer um gol o adversário terá que fazer cinco. O professor já conversou com o grupo hoje e esse jogo para a gente vai ser o mais importante - garantiu.

Mesmo com a goleada construída na primeira partida da terceira fase, o xerife prega respeito ao adversário e afirmou que não existe clima de já ganhou no ambiente marujo.

- Da nossa parte, não vai ter isso que já está classificado. No futebol tem vários casos que se repetem de times que pensam que já ganharam antes de jogar e chega no dia do jogo não conseguem. A gente está focado e vai jogar esse jogo como se fosse o último nosso; vamos para lá para tentar vencer o jogo. A gente sabe que tem uma vantagem muito boa, mas vai jogar para vencer porque o CSA é time grande - disse.

Enquanto se prepara para a decisão contra os piauienses, o técnico Oliveira Canindé vai mantendo mistério no CT Gustavo Paiva. Por opção da comissão técnica, os treinamentos ao longo da semana serão feitos com os portões fechados. A única certeza por enquanto é que Panda está fora. O volante recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso.

Como os treinos serão fechados até a segunda partida, o time do CSA só deve ser confirmado momentos antes da partida. Altos-PI e CSA decidem a vaga nas quartas de final neste próximo domingo, às 16h, no Lindolfo Monteiro.

Com 14.198 torcedores contra o Altos, CSA arrecada mais de R$ 187 mil.

A nação fantástica azulina provou, mais uma vez, a força que tem. Na importante vitória do CSA contra o Altos, no domingo, um público total de 14.198 torcedores esteve presente ao Estádio Rei Pelé, gerando uma renda de R$ 187.364,00, segundo o boletim financeiro divulgado pela Federação Alagoana de Futebol nesta segunda-feira.

Ainda de acordo com o borderô da partida entre alagoanos e piauienses, o número de não pagantes foi de 2.886 torcedores. Pagas todas as despesas para a realização da partida, sobraram aos cofres azulinos o valor de R$ 114.877,31.

Apesar de ter gerado a maior renda, o público total desta vez não ultrapassou os 14.273 torcedores que assistiram a vitória azulina contra o Parnahyba, no jogo de volta da segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. No entanto, naquela oportunidade o clube marujo lançou uma promoção dando o direito de o sócio-torcedor adimplente poder levar um acompanhante. A arrecadação total daquele jogo foi de R$ 170.319,00.

confira os públicos do azulão em casa nesta série d

CSA 6x0 Guarani-CE: Pagantes: 4.028 / Presentes: 4.770/ Renda: R$ 57.608,00;

CSA 2x1 Central-PE: Pagantes: 5.193 / Presentes: 6.326/ Renda: R$ 80.039,00;

CSA 1X1 Parnahyba-PI: Pagantes: 8.019 / Presentes: 9.969/ Renda: R$ 132.284,00;

CSA 3x0 Pranhyba-PI: Pagantes: 10.415 / Presentes: 14.273/ Renda: R$ 170.319,00.

Fonte: Globoesporte

14 de agosto de 2016

CSA 3x0 Altos-PI - Azulão vence em Maceió e abre uma grande vantagem para a segunda partida em Teresina.

Na tarde deste domingo, dia 14, CSA e Altos-PI fizeram o primeiro jogo da terceira fase da Série D do Campeonato Brasileiro. A partida teve início às 16h e o Azulão encarou o Altos no primeiro jogo das Oitavas de Final e a equipe azulina "queria" e fez um bom resultado para jogar com mais tranquilidade na partida da volta, no Piauí. Com o placar final de 3 a 0 o Azulão do Mutange deu um grande passo para a próxima fase. A equipe alagoana joga pelo empate e pode até perder por 2 a 0 em Teresina que seguirá adiante na competição, isso se não fizer nenhum gol fora de casa! Os grandes nomes da equipe do CSA nessa partida foram o Cleyton com dois gols no primeiro tempo, e um do Didira com um gol no final do segundo tempo, no Estádio Rei Pelé. Agora o time azulino se prepara durante a semana para avançar no chaveamento no jogo de volta.

Primeiro tempo

A equipe maruja começou a partida com mais movimentação dentro de campo e buscando jogadas de ligação direta com os seus atacantes. Após os primeiros dez minutos, o Jacaré se soltou mais. Aos 13', o volante Guilherme acertou um chute forte de fora da área e Jeferson fez uma boa defesa para o Azulão. Logo depois, duas oportunidades para o time visitante. Em bolas levantadas na área, Celso e Bruno Aquino quase abrem o placar para o Altos-PI.

A equipe piauiense não parou de incomodar. Aos 17 minutos, o atacante Manoel escapou pela esquerda de ataque, e de bico, arrematou para a defesa em dois tempos do arqueiro do CSA. Em seguida, o time marujo respondeu. O meia Bismarck cobrou falta e Douglas Marques mandou para a linha de fundo. O time da casa tinha dificuldades de criar os lances ofensivos, enquanto o Jacaré assustava quando atuava no campo azulino.

Apesar das investidas do Altos-PI, o Azulão quem abriu o placar aos 24 minutos. Em cruzamento do lateral-direito Denílson para área, Bismarck erra a finalização, mas Cleyton, de frente para o gol, não perdoou e colocou a bola dentro das redes rivais. Com o placar positivo, a torcida da equipe do Mutange balançou as arquibancadas do Estádio Rei Pelé e fazia uma grande festa fora do gramado.

O time do Piauí não conseguia repetir a mesma atuação da primeira parte do futebol, mas o CSA também não aproveitava o momento e vinha errando muitos passes. Porém, aos 44', Cleyton marcou mais uma vez para o time marujo. O meia tirou o marcador da jogada e chutou a bola no contrapé do goleiro Dida para fazer um golaço no Trapichão. Após um minuto de acréscimo, a equipe local foi para o vestiário com a vantagem de dois gols no marcador.

Segundo tempo

O técnico azulino Oliveira Canindé promoveu a entrada do experiente Didira no lugar de Marcelo Nicácio, que participou pouco do duelo. Os primeiros minutos da segunda etapa foram mornos e com poucas chegadas de perigo. Aos 12', Cleyton levantou para Jônatas Obina, mas o atacante cabeceou nas mãos do goleiro Dida. Três minutos depois, Guilherme bateu tiro livre com força e Jeferson, atento, colocou a redonda para escanteio.

O CSA vivia um bom momento na metade do tempo final. Aos 20', Bismarck finalizou rasteiro e Leandro Souza quase completou para as redes de Dida. Em seguida, o atacante Carlinhos Bala arriscou de longe, mas o goleiro do time marujo pegou a bola no centro do gol. Aos 27', Kelvin cruzou com veneno e a redonda assustou a defesa piauiense.

Aos 33 minutos, o Azulão perdeu a chance de marcar o terceiro gol. O lateral-esquerdo Rafinha iniciou a jogada pela esquerda e rolou a bola para Didira, porém o meia azulino desperdiçou a oportunidade e frustrou o torcedor que já comemorava a possibilidade de ampliar o placar. Em seguida, Panda, de canhota, mandou um "canhão" de longe, mas a bola se perdeu para fora das quatro linhas.

Jogando diante da nação azulina, o CSA soube se impor no final da segunda etapa, quebrou a invencibilidade do Altos na Série D e abriu uma excelente vantagem com o Didira fazendo o terceiro gol, aos 46 minutos e o Azulão finalizou com 3 a 0 nos piauienses e agora pode até perder por 2 a 0 na partida de volta que garante vaga nas semifinais da competição nacional.


Ficha técnica do jogo
Campeonato Brasileiro – Série D (Terceira fase – jogo de ida)
Jogo: CSA 3 x 0 Altos-PI

Gols: CSA
7-Cleyton aos 24' e aos 44' do 1T
22-Didira aos 46' do 2T

Local: Estádio Rei Pelé, Maceió/AL
Data: 14/08 (domingo)
Hora: 16h

Árbitro: Salim Fende Chavez (SP)
Auxiliar 1: Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Auxiliar 2: Leandro Matos Feitosa (SP)

CSA
1-Jeferson
2-Denílson
3-Leandro Souza
4-Douglas Marques
6-Rafinha
5-Panda
8-Everton Heleno (16-Marcos Antônio aos 5' do 2T)
7-Cleyton (2 Gols)
10-Bismarck (13-Kelvin aos 22' do 2T)
19-Jônatas Obina
9-Marcelo Nicácio (22-Didira (1 Gol) - no intervalo)
Técnico: Oliveira Canindé
Banco CSA: 12-Pantera, 13-Kelvin, 14-Leandro Cardoso, 15-Rayro, 16- Marcos Antônio, 17-Katê 18-Washington, 20-Azul, 21-Thiago Chulapa, 22-Didira e 11-Jeferson Maranhense.

Altos-PI
1-Dida
2-Johnathan
3-Celso
4-Leone
6-Batata (17-Pantico aos 16' do 2T)
5-Guilherme
7-Fred
8-Américo (18-Carlinhos Bala aos 16' do 2T)
10-Esquerdinha
11-Bruno Aquino
9-Manoel
Técnico: Nivaldo Lancuna
Banco Altos-PI: 12-Jailson, 14-Neguinho Paraíba, 15-Vitor Bafana, 16-Moisés, 17-Pantico, 18-Carlinhos Bala e 19-Genesis.

Fonte: TNH1 e Globoesporte

A TORCIDA MAIS FANÁTICA DO NORDESTE DO BRASIL!

O show da torcida Azulina

O show da torcida Azulina
...o trapichão é nosso!